Translate

domingo, 4 de julho de 2010

A Música que alimenta - ou - a fome que toca.

De todas as fomes que eu já tive oportunidades de experimentar, a de Música talvez seja a que mais dilacera uma pessoa. Fome de música é além do obsceno, é quase uma inversão dos valores que trafegam entre as virtudes e as vicissitudes da vida: É fome que ora invade, ora é invadida. Observando estas pessoas dos vídeos, posso compreender isto um pouco melhor, fora de mim. É além do dinheiro pouco, do moral, do lúdico... É uma questão de existência... deliciem-se!
"A música que invade" virá em série. Como um cacho de bananas.
Morgana

Um comentário:

  1. gostei muitos dos sons dessas ruas aqui...
    gostei muito do cara também logo depois desse...

    ResponderExcluir